quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Detalhe "surpresa" em foto de adolescente assusta a internet



O clique feito por uma garota de 13 anos que, aparentemente, capturou um "fantasma" no banco traseiro está fazendo sucesso e causando polémica na internet.

Melissa Kurtz, de 48 anos, levava a filha para uma viagem quando a jovem decidiu fazer um registo do momento. Quando foram olhar o clique, perceberam a presença de um garoto no banco de trás. "Eu não notei nada de diferente, até que no dia seguinte estava olhando as fotos e percebi o menino. Fiquei em choque", contou Melissa ao site The Sun.

Assustada com o ocorrido, Melissa resolveu pesquisar sobre a rodovia onde a imagem havia sido feita. Ela descobriu que o local foi palco de um grave acidente que matou uma família inteira. O jornal chamou até especialistas paranormais para investigar a imagem, e a conclusão deles foi surpreendente: o espírito estaria lá para avisar a garota que ela devia usar o cinto de segurança.

fonte: Rede TV

Arqueólogos acham escultura de quase 4 mil anos em Israel









Uma peça datada da Idade do Bronze foi descoberta em escavações próximas a Tel Aviv em excelente estado de conservação. A obra lembra "O pensador", de Rodin.

Arqueólogos de Israel anunciaram na quinta-feira (24) que encontraram uma pequena escultura durante escavações de um terreno de Yahud, próximo a Tel Aviv.

A peça representa um homem pensativo, sentado sobre um vaso de cerâmica. Segundo a IAA (Autoridade Israelita sobre Antiguidades), o boneco foi esculpido ainda na Idade do Bronze, há pelo menos 3.800 anos.

A peça tem cerca de 18 centímetros de altura e foi encontrada em meados de outubro, durante obras em um terreno onde serão construídas casas populares, mas o anúncio oficial, com informações sobre a obra, só aconteceu hoje.

Nas últimas semanas, os restauradores tiveram de limpá-la e remontar os pedaços soltos – embora a escultura tenha sido encontrada em excelente estado de conservação. Não só a idade avançada da peça impressionou os arqueólogos, mas também a qualidade com a qual foi esculpida.

É possível notar, com clareza, que o boneco está sentado, com o queixo apoiado sobre uma das mãos. Ele exibe no rosto uma expressão pensativa e ainda leva um chapéu na cabeça. A escultura também chama a atenção pela semelhança com a obra O pensador, criada pelo artista francês Auguste Rodin, no século 20.

"O nível de precisão e atenção aos detalhes nesta peça criada há quase quatro mil anos é realmente impressionante", diz Gilad Itach, diretor de escavações da IAA.

Além do boneco pensativo, foram encontrados outros objetos nas escavações, como pontas de flechas, vasos funerários, peças menores de metal, partes de um machado e ainda ossos de ovelhas e macacos. Pelo estilo dos artigos encontrados, os arqueólogos acreditam que o local deve ter sido o mausoléu de um membro da nobreza desta comunidade, que habitou a região na Idade de Bronze.

"Essa é a primeira vez que uma coleção tão extensa de objetos funerários é encontrada em Israel", afirma Itach.

fonte: UOL

Descoberta espécie de aranha que se disfarça como folha







Parece que as aranhas também usam a engenhosa técnica de camuflagem em que o animal se parece com uma folha. Uma espécie só foi descoberta porque caiu diante do aracnologista Matjaž Kuntner, do Smithsonian, cujo trabalho é procurar e examinar aranhas.

A incomum espécie foi encontrada na floresta da região de Yunnan, na China.

Vários outros insetos, como gafanhotos, são conhecidos por se disfarçarem como plantas para confundir outros animais, mas esta é a primeira vez que isto é observado em um aracnídeo. Além deste espécime, há apenas “alguns géneros de aranhas que se assemelham a flores, galhos mortos, detritos vegetais, brotos, cascas ou excrementos de pássaros”, escrevem os autores.

Descrevendo a descoberta no Journal of Arachnology, Kuntner e seus colegas revelam que a fêmea da espécie é tanto verde quanto marrom, de forma que seu abdómen se assemelha com uma folha morta e sua dorsal com uma viva folha verde. Ao invés de em teias, o estranho aracnídeo vive entre folhas para manter seu disfarce.

Em duas semanas de busca, a equipe só encontrou outro indivíduo da mesma espécie, e mais tarde encontrou outro exemplar em um museu vietnamita. Isso significa que o animal é extremamente raro ou que seu disfarce é tão eficaz que nem mesmo profissionais do ramo conseguem encontrá-la com facilidade.


Meteoro de fogo gigante é visto no céu nos Estados Unidos





Uma enorme bola de fogo foi vista no céu após entrar na atmosfera da Terra a uma velocidade de 64 mil quilómetros por hora. As imagens foram capturadas pela polícia e por moradores locais nos Estados Unidos.

A câmera veicular em um carro da polícia em Venice, na Flórida, filmou o meteoro brilhante, mas ele foi visto em todo o estado.

A Sociedade Meteorológica dos Estados Unidos (AMS, na sigla em inglês) recebeu mais de 150 chamadas com relatos a respeito da luz intensa no céu.

“A bola de fogo foi vista principalmente na Flórida, mas testemunhas também a identificaram na Geórgia e no Alabama,” disse a AMS em um comunicado.

O professor Jonti Horner, da Universidade do Sul de Queensland, na Austrália, afirmou que a velocidade do objeto significa que ele provavelmente era um meteoro “bola de fogo”.

Horner disse: “Detritos decorrentes da formação da Terra e de outros planetas há 4,5 biliões de anos ainda flutuam pelo nosso sistema solar.”


fonte: Yahoo!

Astronautas intrigados com ruído que ninguém consegue explicar


O primeiro astronauta da China afirma ter ouvido “batidas” misteriosas durante seu primeiro voo no espaço, segundo informações do Mirror. De acordo com Yang Liwei, ninguém soube explicar o que seriam esses ruídos.

Liwei, agora general da Força Aérea da China disse que o barulho soava como se alguém estivesse batendo na aeronave e comparou-o com um martelo acertando um balde de ferro.

O ex-astronauta de 51 anos garantiu que nunca mais passou pela experiência desde que retornou à Terra. Ele acredita que o ruído pode ter sido ocasionado por alienígenas.

Enviado ao espaço em 2003, Liwei orbitou o planeta diversas vezes durante um voo de 21 horas. O chinês reconheceu em entrevista à mídia chinesa que estava muito nervoso quando ouviu os sons e que chegou a examinar a nave espacial para investigar o motivo daquele estrondo, mas que não encontrou nada que pudesse explicá-lo. Outros astronautas garantem ter ouvido o mesmo som em outras viagens espaciais.

Seria esse um sinal de que extraterrestres querem se comunicar com os humanos? O chinês acredita que isso é muito estranho, mas espera que não tenhamos nada com que se preocupar.

fonte: Yahoo!

Grupo tira foto em hospital mal-assombrado e rosto sinistro aparece na imagem


Mais de trinta curiosos e caçadores paranormais fizeram um tour no hospital Newsham Park, localizado em Liverpool, na Inglaterra. Queriam, ao que parece, conhecer as lendas sobre as tais criaturas paranormais que supostamente vivem no local. Antes mesmo de explorar as instalações sinistras, todos se juntaram para tirar uma foto. Queria registrar o momento. Mas algo muito estranho também saiu na foto: um rosto. Pior: de alguém que estava presente (em carne e osso) ali.



Rumores dizem que O Newsham Park é mal-assombrado. Um sujeito chamado Phil Barron, 45 anos, foi o anfitrião da visita e também o autor da polêmica imagem.


Barron (foto) é o responsável por agendar e acompanhar tais visitas. Afirma ter ficado chocado ao ver o rosto da misteriosa mulher entre o grupo.


Repare que a figura ainda aparece sorrindo, como os demais da foto. Em depoimento, Barron, que fez a imagem com o celular, diz ter notado a figura fantasmagórica apenas no dia seguinte.


A estranha aparição só veio a ser notada, segundo Barron, depois que a imagem foi compartilhada no Facebook. "Foi apenas no dia seguinte, quando fui acordado por uma enxurrada de mensagens, que notei a mulher na foto", conta. Também jura que não manipulou a imagem no Photoshop: "Só clareei um pouco a imagem para ficar mais nítido".


Além da foto fantasmagórica, ele garante ter ouvido barulhos esquisitos. Diz, ainda, que chegou ver sombras caminhando entre as pessoas do grupo. 

fonte: R7

Fantasma segurando um bebé invade foto de família em castelo na Escócia


Fantasma estaria segurando um bebé; gerente do castelo diz que relatos sobre espíritos são frequentes no local.

Segundo o gerente, outras pessoas já relataram ter visto espíritos no imóvel; segundo lenda, uma mulher morreu ali após envenenar namorada do filho.


Castelos são frequentemente associados a filmes de terror e a cenários mal-assombrados. Enquanto muitos consideram que isso não passa de folclore, uma família passou por situação intrigante na Escócia: ao tirar uma foto em frente à fachada do prédio histórico, um fantasma teria invadido a imagem.

Após visitar o Castelo de Crathes, em Aberdeenshire, o escocês Bill Andrew, de 78 anos, resolveu tirar uma foto de sua família. 

Ele estava acompanhado de sua filha Coleen Marsh, 60, de sua neta Jessica, 30, e um bisneto, de três. Ao registar a imagem da família em frente ao edifício histórico, verificou a presença inusitada do tal "fantasma", que estaria parado numa das portas.


Família do Reino Unido só percebeu a presença do fantasma mais tarde, ao analisar a foto com mais cuidado.

Ao examinar a foto com mais cuidado, a família Bill chegou à conclusão que a figura fantasmagórica estaria segurando um bebê, o que tornou a situação ainda mais assustadora.

“Na hora eu não percebi nada de errado. Porém, mais tarde, minha filha viu a imagem e percebeu que alguém estava parado na porta atrás da gente”, disse o escocês ao jornal inglês “The Mirror”. Ele disse ainda que não sabia sobre o fato de o castelo ter fama de mal-assombrado.

Histórico

Passado o susto, Collen procurou a administração do local para tentar obter alguma explicação sobre o ocorrido. 

Ela falou com o gerente da propriedade, James Henderson, que afirmou já ter recebido outros relatos de visitantes sobre aparições estranhas, principalmente perto do Haloween, que é celebrado em 31 de outubro. 


Apesar da presença do fantasma, autor da foto considera que a situação é interessante e deve ser lembrada.

Alguns guias do castelo, inclusive, disseram já ter se sentido mal ao perceber que não estavam sozinhos. “Eles relatam sensações como calafrios, além de barulhos em quartos vazios”, contou Henderson.

Uma lenda local diz que o espírito é da Green Lady, uma senhora cuja imagem seria vista sempre no mesmo quarto. Segundo a lenda, os esqueletos de uma mulher e de uma criança foram descobertos sob a lareira do castelo durante uma reforma. 

Outro conto popular diz que a alma penada é de Lady Agnes, que teria morrido subitamente após envenenar a namorada do filho. Seu espírito só reapareceria no dia do seu aniversário de morte.

Sem saber se realmente fotografou um fantasma ou se tudo não passa de mera imaginação, Bill, ao fim de toda a confusão, demonstrou-se satisfeito. “É um fato interessante a ser lembrado”, declarou.

fonte: IG

Turistas flagram criatura monstruosa parecida com Nessie e ficam estarrecidos





O que seria isso? Um dragão aquático? Um monstro marinho? Ninguém sabe. Essa estranhíssima criatura foi flagrada nadando nas águas do Alasca (EUA) e deixou turistas atordoados.

Filmado por um grupo de turistas, o vídeo mostra o que parece ser uma enorme criatura nadando no meio da geleira.

Veja de perto. "Essa coisa é enorme. Parece quase um dragão", disse Blake Cousins, o homem que divulgou as imagens na na internet. A cauda — ou será corcundas? — assustou a quem viu o bicho.

Há quem comparasse o rastro deixado pelo bicho, além da semelhança, com Nessie, o mítico e lendário Monstro do Lago Ness, que já foi visto em águas de todo o planeta.

fonte: R7

Suposta nave alienígena é flagrada sobrevoando fazenda na Irlanda


A possível aparição de uma enorme nave alienígena sobre uma fazenda na cidade de County Leitrim, na Irlanda, chama atenção de ufólogos pelo mundo. 

De acordo com as informações do Metro, o autor do registro afirmou que, logo após a foto, as luzes se apagaram, reaparecendo depois. A ação se repetiu por mais algumas vezes antes de desaparecerem de vez. 

"Passeando com meu cachorro pela estrada e, de repente, apareceu luzes brilhantes na fazenda mais próxima", disse o autor da fotografia, tirada na sexta-feira (25).

fonte: Rede TV

sábado, 26 de novembro de 2016

Câmara de segurança capta um objecto desconhecido voando sobre as montanhas do Colorado, EUA


Uma testemunha diz que o objecto estava muito perto das montanhas para ser um avião e não havia nenhum outro helicóptero ou aeronave voando sobre a área.

Uma câmara de segurança de um centro de esqui do Colorado (EUA) captou a imagem de um suposto objecto voador não identificado voando sobre as montanhas. O registo dessas imagens foi noticiado terça-feira no site da organização Mutual UFO Network (MUFON), que investiga avistamentos de OVNIs que ocorrem nos EUA

Segundo informas 'Daily Express' , a testemunha, um trabalhador que estava monitorizando a câmara e prefere manter-se no anonimato, diz que o objecto estava demasiado perto das montanhas para ser um avião e não houve relatórios de helicópteros ou outras aeronaves com planeamento para visitar a área. Ele também acrescentou que, dada a relação entre o tamanho e distância do objecto, que não poderia ser nem um pássaro, nem um insecto ou outro animal.


UFO Over Winter Park, Colorado Caught On Live Cam, Nov 22, 2016, UFO Sighting News. http://buff.ly/2fQ8Y2j  04:41 - 23 ноября 2016

Especialistas no assunto associaram o evento com a possível existência de uma base alienígena localizada nas montanhas do Colorado. A este respeito, o blogueiro Scott C. Waring diz no site dedicado aos OVNIs UFO Sightings Daily, a área é um "viveiro de OVNIs" e garante que o objecto provavelmente vem de uma base escondida.

Enquanto isso, Scott Brando, um investigador forense de imagens relacionadas com OVNIS, disse que eventos deste tipo geralmente correspondem a insectos ou pássaros fora de foco e são causadas por um efeito conhecido como 'blurfo ", jogo de palavras entre os termos em Inglês "blur" (borrão e 'OVNI' (UFO). Esse nome é dado a um efeito que distorce objectos captados pelas câmaras, produzindo figuras desfocadas e alongado - em forma de disco.

fonte: RT

Aranha rara que vale mais de mil euros é encontrada na China


Imagine você estar cuidando de seu pomar tranquilamente e dar de cara com uma aranha tenebrosa, de um tipo super-raro que pouquíssimas pessoas já tiveram a oportunidade de ver...

Pois foi exactamente isso que aconteceu com um pacato agricultor na China! Mas logo de início, por causa do abdómen super-exótico do animal, o homem não percebeu que era uma aranha, e achou que fosse algum tipo de selo antigo, daqueles que se pareciam com um carimbo, que servia para marcar cera quente e selar correspondências.

Ele achou que um algo assim poderia ser muito raro, e valer um bom dinheiro, e por isso não pensou 2 vezes antes de pegar o objecto. Mas logo descobriu que o potencial tesouro arqueológico era na verdade um aracnídeo!


Mesmo assim, o homem resolveu preservar a aranha, que mais tarde foi identificada por especialistas como sendo da espécie Cyclocosmia Ricketti, um tipo raríssimo de aracnídeo que só foi catalogado no início do século 20.


De fato essa aranha é tão especial, que desde sempre, durante toda nossa história registada, os cientistas encontraram apenas 6 espécimes da Cyclocosmia Ricketti na natureza.


E tanta raridade tem um bom preço: entre coleccionadores de aracnídeos, um espécime dessa aranha rara pode a ser negociado por mais de mil euros! Aparentemente, o pacato agricultor chinês pode se dar muito bem no final das contas, não é mesmo?


Qualquer pessoa acha que uma luzinha no céu é um OVNI


Especialistas e curiosos em fenómenos extraterrestres queixam-se que a Internet está cada vez mais cheia de ruído. Há muitas imagens irreais: montagens feitas com telemóveis, onde se acrescenta um OVNI, um cometa ou outro elemento

Os enigmas do Universo e a possibilidade de haver vida inteligente noutros planetas são temas que despertam a curiosidade de muitas pessoas. Com a Internet, cresceram então os falsos rumores relacionados com extraterrestres, alertam os especialistas.

Segundo o investigador e coordenador do movimento Exopolítica Portugal, Francisco Mourão Corrêa, que se dedica ao estudo da vida extraterrestre, vive-se hoje uma situação "um bocado complicada" neste setor.

"De alguma forma, a Internet aproximou as pessoas e democratizou o acesso à informação, mas, por outro lado, também se tornou um grande veículo de ruído, ou seja, qualquer pessoa acha que uma luzinha no céu é um OVNI".

A proliferação de imagens completamente irreais tem vindo a ser exponencial, o que dificulta a distinção entre o que possa ser real e o que não é real de certeza.

Há pessoas que não sabem o que veem no céu e depois, hoje em dia, os telemóveis têm aplicações que permitem tirar fotografias e adicionar uma imagem de um OVNI, de um cometa, etc. Tudo isto veio criar muito ruído".

Ainda "há muitas interrogações" 

Não existem dados que comprovem ou contabilizem o número de ovnis que passam em Portugal. Segundo o investigador, "há muitas interrogações" e a hipótese de serem extraterrestres "tem de ser a última a ser considerada após validar todas as restantes".

"No momento, não há uma base de dados real, fidedigna, com um número de relatos mensais de ovnis que passam em Portugal. Por isso não acredito e não há ninguém que faça essa recolha de forma sistemática, porque hoje cada estrela é quase um OVNI, o que traz ruído e não permite que se faça uma estatística”.

O excesso de imagens falsas tem confundido e até mesmo atrasado as investigações, que não chegam a ser concretas.

No entanto, a Exopolítica Portugal continua a ajudar pessoas que acreditam ter visto algo estranho, que relatam o sucedido e até outras que temem o ridículo.

Há muito temor pelo ridículo, porque as pessoas são muitas vezes rotuladas de doidas, bêbedas, etc. Não é fácil, há pessoas que de certeza querem protagonismo e dizem que viram, assistiram, mas há outras que têm medo do ridículo. Neste casos, com certeza há uma investigação, tenta-se preservar a identidade das pessoas, acompanha-se ao máximo, de forma discreta e com os melhores profissionais".

Conferência "Extraterrestres"

Para falar destes e outros assuntos, a Exopolítica Portugal realiza hoje a conferência “Extraterrestres”, analisando a série que já conta com 18 episódios e é transmitida em simultâneo em Portugal e em Espanha.

A iniciativa contará com quatro oradores, nomeadamente, Joaquim Fernandes, cofundador do Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência, Josep Guijarro, produtor da série “Extraterrestres?”, Pedro Barbosa, investigador, e Francisco Mourão Corrêa.

fonte: TVI24

É um chupacabra:? Na Rússia encontraram o corpo de um animal desconhecido


Os habitantes de uma cidade russa encontraram o corpo de um animal misterioso.

A 23 de novembro, as pessoas de Dobryanka (Região de Perm, Volga District, Rússia) encontraram o cadáver esfolado de um animal desconhecido, informou a mídia local.

As imagens podem apreciar que se trata do corpo de uma criatura com uma longa cauda e grandes patas, cujas as pernas da frente estão ligadas.

Na Net, alguns internautas especulam que esta besta misteriosa poderia ser um gato, enquanto outros dizem que é um chupacabra.

No entanto, a bióloga Maria Anisimova estima que se trata de um arminho ou uma doninha, cuja pele poderia ter sido usada para fazer roupas.


vk.com / @podslushano_dobryanka

fonte: RT

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Turistas afirmam ter filmado o "Abominável Homem das Neves"


Um grupo de turistas afirma ter encontrado, e filmado, o mitológico Ieti - o "Abominável Homem das Neves" - em uma estrada em Monte Bolshoy Iremel, nos Montes Urais (Rússia).

Nas imagens, registadas por uma câmera no painel de um veículo, é possível ver uma silhueta se movendo na estrada.

"É claramente visível a criatura correndo sobre duas pernas", diz Vadim Gilmanov, que estava no carro, segundo o "Express". "Talvez seja uma brincadeira de alguém, mas quem faria isso em um lugar tão remoto e à noite?"


fonte: Rede TV

Egito descobre cidade e cemitério de mais de 7 mil anos de idade



Arqueólogos desenterraram cabanas, cerâmicas e ferramentas de ferro, além de 15 túmulos.

O Egito desenterrou uma cidade e um cemitério de mais de 7 mil anos de idade que remontam à sua Primeira Dinastia em Sohag, província do sul do país, informou o Ministério das Antiguidades na quarta-feira (23). 

A descoberta pode ser um alento para a debilitada indústria turística egípcia, que vem sofrendo contratempos sem fim desde a revolta que derrubou o autocrata Hosni Mubarak em 2011, mas que continua sendo uma fonte vital de moeda estrangeira. 

A cidade provavelmente abrigou autoridades de alto escalão e construtores de túmulos, e seu descobrimento pode proporcionar novos vislumbres de Abidos, uma das cidades mais velhas do Egito Antigo, disse o Ministério em um comunicado. 

Especialistas afirmam que Abidos foi a capital do Egito perto do final do Período Pré-dinástico e durante o governo das quatro primeiras dinastias. 

A descoberta foi feita a 400 metros do templo de Seti 1º, um memorial do período do Novo Reinado situado diante da cidade de Luxor dos dias atuais, cruzando o rio Nilo. 

Até agora os arqueólogos desenterraram cabanas, restos de cerâmica e ferramentas de ferro, além de 15 túmulos enormes, alguns dos quais são maiores do que os túmulos de reis em Abidos, comunicou o Ministério. 

"Em alguns casos, o tamanho dos túmulos descobertos no cemitério é maior do que dos túmulos reais em Abidos que datam da Primeira Dinastia, o que prova a importância das pessoas enterradas ali e sua posição social elevada durante esta era inicial da história do Egito Antigo", disse a pasta. 

A indústria turística do Egito vem lutando para se recuperar desde a explosão de um avião russo com 224 pessoas que partiu de um resort do Mar Vermelho em outubro de 2015. 

Mais de 14,7 milhões de turistas visitaram o país em 2010, número que caiu para 9,8 milhões no ano seguinte. No primeiro trimestre de 2016, só 1,2 milhão de visitantes estiveram no Egito, menos que os 2,2 milhões do ano anterior. 

fonte: G1

Reino Unido censura novamente “Arquivos X Britânicos” sobre ovnis


Entusiastas da busca por vida extraterrestre estão desconfiados com os sucessivos atrasos na liberação dos documentos conhecidos como “Arquivos X Britânicos”, que contêm informações sobre diversos avistamentos ovnis, e que já deveriam estar em poder dos Arquivos Nacionais do Reino Unido para consulta pública após 30 anos de sigilo.

De acordo com o jornal britânico Express, o Ministério da Defesa prometeu repassar os documentos ao Arquivo Nacional em março desse ano. Os papéis poderiam revelar respostas a grandes enigmas, como o incidente de Rendlesham Forest, em 1980, entre muitos outros. A questão é que, desde então, ocorreram seguidos atrasos na liberação dos documentos, que ainda não têm data para chegar ao Arquivo Nacional.

Fontes ligadas ao Ministério da Defesa teriam estipulado um novo prazo para a liberação do Arquivos X Britânicos apenas para março de 2017. Os entusiastas de ovnis e pesquisadores do assunto temem que o governo possa excluir algum tipo de informação antes de liberar os papéis para o público. 

Um dos fãs de UFOS, David Dombkowski, expressou sua preocupação no Facebook, de acordo com o Express: "eles estão tentanto esconder algo ou tentando passar em branco!".

O incidente Rendlesham Forest ocorreu perto da base aérea de Woodbridge, em Suffolk, no final de dezembro de 1980. Foi uma série de denúncias de avistamentos de luzes inexplicáveis e da aterrissagem de um objeto voador não identificado. 

É geralmente denominado "O Roswell da Grã-Bretanha" ou "O Roswell inglês". De acordo com o Express, o piloto John Burroughs alegou que foi exposto à radiação, após uma misteriosa "visita de um ovni". Ele já recebeu uma indenização do exército norte-americano, mas ainda quer respostas sobre o que aconteceu e aguarda pela liberação dos documentos sigilosos.

fonte: History

domingo, 20 de novembro de 2016

Mulher engravida duas vezes em 10 dias

Mulher engravida duas vezes em 10 dias

Irmãs Charlotte e Olivia nasceram com pesos diferentes e não partilham o mesmo grupo sanguíneo 

Irmãs nasceram com pesos e fases de evolução diferentes. Caso raríssimo surpreende médicos.

Uma mulher australiana deu à luz duas bebés que foram concebidas com um intervalo de 10 dias de diferença. O fenómeno - designado como superfetação - é extremamente raro, ainda mais no caso de Kate Mills. É que o segundo bebé resultou de uma ovulação posterior à primeira gravidez e o óvulo foi inseminado com o mesmo sémen da relação sexual original. Ou seja, o casal Pete e Kate Mills só teve sexo uma vez, dando origem a duas meninas no intervalo de 10 dias. 

O caso, raríssimo - só são conhecidos cerca de 10 casos de superfetação em todo o mundo - aconteceu na Austrália em 2015. Mas foi agora divulgado numa reportagem do programa Today Tonight, do canal Seven Network, um dos mais vistos no país. 

Kate conta que se submeteu a um programa de tratamento hormonal para ultrapassar um problema congénito que a impedia de ovular. A terapia resultou, tanto que Kate engravidou de gémeos. No entanto, um dos óvulos não se desenvolveu. Dez dias depois, voltou a engravidar, de um outro óvulo mas do mesmo esperma da relação sexual inicial - o que é outra raridade, o esperma sobreviver durante tanto tempo no aparelho reprodutivo da mulher. 

Os pais e os médicos aperceberam-se de que algo estava errado quando surgiram as primeiras ecografias. Os fetos apresentavam diferentes estágios de desenvolvimento, sendo um muito maior do que o outro. O ginecologista que assistiu Kate acabou por chegar à conclusão de que se tratava de um caso de superfetação. "Não encontrei qualquer literatura médica sobre o assunto. Tive de ir à procura no Google para encontrar a resposta", conta o médico Brad Armstrong. 

Charlotte e Olivia nasceram saudáveis de cesariana, em dezembro de 2015, dois dias antes da data prevista. Tinham tamanhos e pesos diferentes e diferentes grupos sanguíneos. Mas, aos 10 meses de idade, crescem saudáveis e sem qualquer problema diagnosticado.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...